quarta-feira, 25 de março de 2009

Quartel do 11

Continuo a achar que poderia ser melhor aproveitado, no sentido de se fazer ali algo que dinamizasse aquela zona. Compreendo que seja um grande investimento e que já esteja planeado há vários anos, mas não me parece o local adequado para uma escola (não seria melhor na zona do instituto politécnico?). Mas pronto, parece que é  o que irá acontecer e sinceramente qualquer coisa é melhor que aquilo que temos actualmente.

No que consiste então este projecto:

  • Capacidade para 300 alunos;
  • Uma galeria de artes;
  • Um restaurante;
  • Um auditório;
  • Um hotel de aplicação ( para os alunos experimentarem a teoria aprendida);
  • Investimento na ordem dos 8 milhões de euros, dos quais 1 milhão e meio de euros serão suportados pelo QREN e o restante pelo Turismo de Portugal. À CMS ficou o encargo da aquisição do Quartel, por cerca de 2 milhões de euros (ao menos não será dinheiro deitado à rua, como os 4 milhões e tal de euros do largo José Afonso.)

Agora é esperar para ver, e fica a promessa da escola abrir portas no ano lectivo 2010/2011.

Nota: Alguém tem uma ideia do que acontecerá às instalações actuais da escola? (no parque do bonfim)

3 comentários:

pvnam disse...

«........mini-spam........»
Não sejam BURROS! Não se pode andar a perder tempo com BANDALHOS!
(é preciso dizer NÃO aos Bandalhos Brancos)


---> Os Bandalhos Brancos (a maioria dos europeus) não se têm preocupado em constituir uma sociedade sustentável (média de 2.1 filhos por mulher), e têm argumentado que se deve recorrer à imigração para resolver o problema demográfico!!!
---> Mas acontece que muitos imigrantes vêm de países (ex: islâmicos) aonde precisamente foi a repressão dos Direitos das mulheres (mulheres são tratadas como úteros ambulantes...) que permitiu alcançar uma boa produção demográfica... e consequente exportação de população.
---> Quando a população originária desses países dominar demograficamente a Europa (eles caminham para isso a passos largos) , quem (leia-se os Bandalhos Brancos - a maioria dos europeus) andou a proclamar que os imigrantes seriam os salvadores do problema demográfico, sabe muito bem que vai ter que comer e calar...,...
RESUMINDO: Os Bandalhos Brancos estão a liquidar os Direitos das mulheres... e a Liberdade de Expressão (veja-se os casos de Theo van Gogh, Geert Wilders, etc...).

---> Como não constituem uma SOCIEDADE SUSTENTÁVEL - isto é, uma sociedade dotada da capacidade de renovação demográfica - os Bandalhos Brancos procuram infiltrar-se em qualquer lado [ex: quer importando outros povos para a Europa... quer deslocando-se para o território de outros povos...], consequentemente, os Bandalhos Brancos são intolerantes para com a preservação/sobrevivência das Identidades Étnicas Autóctones...



ABRAM OS OLHOS: Não há tempo a perder com Bandalhos... antes que seja tarde demais, há que mobilizar, para o SEPARATISMO, aquela minoria de europeus que possui disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência...

Bartolomeu disse...

Considero interessantíssimo que Setúbal disponha de uma escola de hotelaria, bem como outros polos de desenvolvimento e de agregação de clusters.

Acredito nas pontencialidades de uma sociedade participativa com objectivos claros de sustentabilidade e centrada numa visão de futuro.

Daí que, o projecto para o quartel do 11, esteja para mim, na obscuridade, uma vez que não vislumbrei ainda nenhuma consulta tampouco informação sobre as linhas estratégicas do projecto. O que, considero ser um factor primordial para o envolvimento geral, promovendo deste modo uma aproximação, tanto das intituições como da sociedade.

....mas aguardo com alguma expectativa que ainda possa acontecer.

QYOZOU disse...

Olá

Aprecio o seu inconformismo face aos iluminados mandarins locais.
Sugiro que dê um salto ao nosso blog
www.esquerda_desalinhada.blogs.sapo.pt e veja o que dissemos sobre o projecto socratóide de uma nova expo para a margem sul do Tejo.
Um abraço e com força nesses mafiosos todos